Free Translation Widget

Home

Loja Virtual

Apostilas

Cadastre-se

Contato

 

::: MENU :::

 » A Umbanda

 » Os Orixás

 » Entidades e Falanges

 » Linha do Oriente

 » Sincretismo

 » Exú e Pomba-Gira

 » Zé Pelintra

 » As Ervas na Umbanda

 » Defumador

 » Fumo e Bebidas

 » Mediunidade

 » A Glândula Pineal

 » Os Chacras

 » Mensagens

 » Artigos

 » Orações e Preces

 » Rezas e Benzeduras

 » Temas Variados

 » Pontos Cantados

 » Letras de Pontos

 » Pontos Riscados
 » Datas Comemorativas
 »  Apostilas
 » Campanhas
 » Cadastre-se

::: AVISO :::

::: CONFIRA :::

 

::: IMPORTANTE :::

 

 

::: PARCERIAS :::

::: Visitas desde 15/10/2007 :::

 free counters

 

 


LETRAS DE PONTOS -  COSME E DAMIÃO

 

 

 

 

Tupãzinho

 

Tupã olha Seu Tupãzinho,

que desce lá do céu azul

Tupã olha Seu Tupãzinho,

que desce lá do céu azul

 

Trazendo a Luz dos Orixás,

aqui pra dentro do Congá

Trazendo a Luz dos Orixás,

aqui pra dentro do Congá

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Criancinhas lá do Céu,

Anjinhos de toda luz

Companheiros de Jesus,

vai trazer sua Orucaia,

levantar minha Macaia

Companheiros de falange,

foi Jesus quem ordenou

Com toda sua força,

nossa Gira segurou

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Doum, Cosme e Damião

 

Doum é amigo leal,

sem Doum eu não posso ficar

Doum é amigo leal,

sem Doum eu não posso ficar

 

Vadeia Cosme, não me leva no chão,

vadeia Cosme, cadê Damião

Vadeia Cosme, não me leva no chão,

vadeia Cosme, cadê Damião

 

 ::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 

 

Cosme, Damião, Doum, Crispim e Crispiniano

 

Fui no jardim colher a rosa,

a vovozinha deu-me a rosa mais formosa

Fui no jardim colher a rosa,

a vovozinha deu-me a rosa mais formosa

 

Cosme, Damião, oi Doum,

Crispim e Crispiniano são os filhos de Ogum

Cosme, Damião, oi Doum,

Crispim e Crispiniano são os filhos de Ogum

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Cai, cai, sereno, vai meu destino

Me leva agora,

para brincar com os meninos

Cai, cai, sereno, vai meu destino

Me leva agora,

para brincar com os meninos

 

Vou pedir licença à Zamby

e ao Sagrado Coração

Vamos todos bater palmas

pra São Cosme e Damião

Vou pedir licença à Zamby

e ao Sagrado Coração

Vamos todos bater palmas

pra São Cosme e Damião

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Três estrelinhas,

Todas três em carreirinha,

Uma é minha,

A outra é sua,

A outra é da Mariazinha.

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Cosme e Damião,

Cadê Doum,

Doum foi passear,

No cavalo de Ogum.

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

                              

Cosme e Damião,

Sua casa cheira,

Cheira cravo, cheira rosa,

Cheira flor de laranjeira.

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

São Cosme e São Damião

São dois amigos leais

São Cosme brinca na areia

Damião brinca no mar

Cosme e Damião

Vem cá vem ver

Tenho uma batalha

Prá nós dois vencer

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quando a lua brilha no céu

Clareia a Umbanda – bis

Clareia Ibeijada que vem

Lá de Aruanda - bis

 

 

Papai me mande um balão,

Oi com todas as crianças,

Que tem lá no céu, bis

Tem doce mamãe,

Tem doce mamãe,

Tem doce lá no jardim. bis

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Eu vi Doum,

Na beira d’água,

Comendo arroz bebendo água,

Eu vi Cosme e Damião,

Na beira d’água,

Comendo arroz bebendo água,

Eu vi as crianças,

Na beira d’água,

Comendo arroz bebendo água,

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Cosme e Damião

 

Os Anjos lá no céu cantavam,

Estrela Dalva clareou

Os Anjos lá no céu cantavam,

Estrela Dalva clareou

 

Sarava Cosme e Damião,

neste Terreiro Oxalá lhe abençoou

Sarava Cosme e Damião,

neste Terreiro Oxalá lhe abençoou

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quando a Lua brilha no Céu,

clareia a Umbanda

Quando a Lua brilha no Céu,

clareia a Umbanda

 

Clareia Ibejada que vem, lá de Aruanda

Clareia Ibejada que vem, lá de Aruanda

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Na Bahia tem um côco,

côco que faz a cocada

Na Bahia tem um côco,

côco que faz a cocada

 

Côco que faz o manjar,

para dar para Ibejada

Côco que faz o manjar,

para dar para Ibejada

 

Doum, Doum, Doum, Doum,

Cosme e Damião

Doum, Doum, Doum, Doum,

Cosme e Damião

 

Doum, Doum, Doum,

brinca sentado no chão

Doum, Doum, Doum,

brinca sentado no chão

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Tem bala de côco e peteca,

deixa Ibejada brincar

Tem bala de côco e peteca,

deixa Ibejada brincar

 

Hoje é dia de festa,

Ibeijada vem saravar

Hoje é dia de festa,

Ibeijada vem saravar

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Titia me deu cocada,

tio me deu guaraná

Titia me deu cocada,

tio me deu guaraná

 

Gostei foi do caruru

que a mamãe mandou preparar

Gostei foi do caruru

que a mamãe mandou preparar

 

Mamãe me deu caruru,

eu comi caruru de mamãe

Mamãe me deu caruru,

eu comi caruru de mamãe

Mamãe me deu caruru,

eu comi caruru de mamãe

Mamãe me deu caruru,

eu comi caruru de mamãe

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Mariazinha

 

Mariazinha nasceu na beira do rio,

na beira do rio lá no Jurema

Mariazinha nasceu na beira do rio,

na beira do rio lá no Juremá

 

Aonde a Lua brilha e clareia a campina,

clareia a mata pra Ibejada brincar

Aonde a Lua brilha e clareia a campina,

clareia a mata pra Ibejada brincar 

 

Na Bahia tem um coco

Coco que faz a cocada - bis

Coco que faz o manjar

Para dar para Ibeijada – bis

Doum Doum Doum

Doum Cosme e Damião - bis

Doum  Doum Doum

Brinca sentado no chão – bis

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Bahia é terra de dois

Terra de dois irmãos

Governador da Bahia

É Cosme e São Damião

 

 :::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Tem paciência dois dois

Eu dou camisa azul

E para o ano que vem

Dois dois comer caruru

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Filho de Fé estava doente,

filho de Fé estava chorando

Filho de Fé estava doente,

filho de Fé estava chorando

 

Filho de Fé viu Ibejada,

 filho de Fé já está cantando

Filho de Fé viu Ibejada,

filho de Fé já está cantando

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ele vem do mar, ele vem da mata,

ele vem do mar, ele vem da mata

Ele vem da pedreira, ele vem da cascata

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Catarina você tem,

um Conga que é uma beleza

Catarina você tem,

um Conga que é uma beleza

 

O Terreiro enfeitado,

muito doce sobre a mesa

O Terreiro enfeitado,

muito doce sobre a mesa

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ibejada está de Ronda,

São Jorge de prontidão

Salve o povo de Aruanda,

salve Cosme e Damião

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ele é pequinininho,

mora no fundo mar

Sua madrinha é Sereia,

seu padrinho é Beira-Mar

Ele é pequinininho,

mora no fundo mar

Sua madrinha é Sereia,

seu padrinho é Beira-Mar

Ele é pequinininho,

mora no fundo mar

Sua madrinha é Sereia,

seu padrinho é Beira-Mar

 

No fundo do mar tem areia,

no fundo do mar tem areia

Seu padrinho é Beira-Mar,

sua madrinha é Sereia

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Subida

 

Ibejada já vai embora,

Aruanda está lhe chamando

Ibejada já vai embora,

Aruanda está lhe chamando

 

E vou prum jardim lá no Céu,

Oxalá está lhe esperando

E vou prum jardim lá no Céu,

Oxalá está lhe esperando

 

Ibejada já foi embora,

Aruanda estava chamando

Ibejada já foi embora,

Aruanda estava chamando

 

E foram prum jardim no Céu,

Oxalá tava esperando

E foram prum jardim no Céu,

Oxalá tava esperando

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Andorinha que voa, voa, andorinha

Leva estes Anjos pro Céu andorinha

Andorinha que voa, voa, andorinha

Leva estes Anjos pro Céu andorinha

 

 

 

» Publicidade

 

 

 

» Redes Sociais

 

 

» Campanhas

 

 

 

 

 

 

Home  |   Apostilas   |   Nossa Loja Virtual   |   Contato

Site desenvolvido por: Genuína Umbanda - Todos os direitos reservados

 

Copyright © 2007-