Free Translation Widget

Home

Loja Virtual

Apostilas

Cadastre-se

Contato

 

::: MENU :::

 » A Umbanda

 » Os Orixás

 » Entidades e Falanges

 » Linha do Oriente

 » Sincretismo

 » Exú e Pomba-Gira

 » Zé Pelintra

 » As Ervas na Umbanda

 » Defumador

 » Fumo e Bebidas

 » Mediunidade

 » A Glândula Pineal

 » Os Chacras

 » Mensagens

 » Artigos

 » Orações e Preces

 » Rezas e Benzeduras

 » Temas Variados

 » Pontos Cantados

 » Letras de Pontos

 » Pontos Riscados
 » Datas Comemorativas
 »  Apostilas
 » Campanhas
 » Cadastre-se

::: AVISO :::

::: CONFIRA :::

 

::: IMPORTANTE :::

 

 

::: PARCERIAS :::

::: Visitas desde 15/10/2007 :::

 free counters

 

 


LETRAS DE PONTOS -  OXUM

 

 

 

 

Eu vi  mamãe Oxum, 

Na cachoeira,

Sentada na beira do rio,

Colhendo lírio, lírio, e,

Colhendo lírio, lírio, a,

Colhendo lírio,

Pra enfeitar nosso congá

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Lá vem os barqueiros,

De Cinda,

Cinda é quem vem navegar,

Cinda é mamãe Oxum,

Aieie Oxum,

Cinda é das ondas do mar.

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

 

Estrela Dalva

Estrela Divina

É mamãe Oxum,

É mamãe Oxum

Que me ilumina

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Aiê iê, Aiê ie

Aiê iê Mamãe Oxum

Aiê iê Oxumaré

 

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::: 

 

No céu uma estrela vem brilhando

Nas águas o amor  refletindo

Aie ie Aie ie Oxum

De alegria estou sorrindo – bis

Também nas cachoeiras

Tem a força da Oxum

Oxum é minha mãe

E meu pai é Ogun Aie ie ô

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Oxum, Oxum

Oxum é minha mãe - bis

É a Rainha do meu Conga

É a Rainha do meu Congá – bis

Louvado seja o Senhor

É a Rainha do meu congá

 

Embala Oxum

Olha a dança da Senhora

Embala Oxum

Aie ê quem vem agora

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

O rio é de Oxum  aie ie ô

O lago é de Oxum aie ie o

Águas de Oxum aie ie o

Aie ie oxum aie ie

Água da cachoeira, aie ie o

Força da cachoeira aie ie o

Água cristalina

Aie ie o

Aie ie oe oxum

Aie ie

O rio passa na mata aie ie o

Na pedra uma cascata aie ie o

Oxossi Xangô aie ie o

Aie ie oxum aie ie

O vento na campina aie ie o

O rio corta a campina aie ie o

Iansã e Ogun aie ie o

Aie ie Oxum aie ie

O rio encontra o mar aie ie o

Nos braços de  Iemanjá

Aie ie o

Mãe de Oxalá aie ie o aie ie

Oxum aie ie

Foi na beira do rio,

Aonde Oxum chorou,

Chora aieie, ê,o,

Choram os filhos seus.

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Ponto de Proteção

Eu sou da mina

Eu sou da mina de ouro – bis

Onde mora mamãe Oxum

Guardiã do meu tesouro

Mamãe Oxum rainha cheia de luz

Cubrai-nos com vosso manto

Rogai por nós a Jesus – bis

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Clareia, clareia

Clareia mamãe Oxum clareia

Clareia as cachoeiras

E ilumina o terreiro

Teus filhos estão saudando

Ora ie ie o

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Aie ieu , Oxum Oleuá

Aie ie ieu ate de mi baba

É Ondina, rainha das águas

É ondina

Ela é nossa mãe

Yalodê da coroa de Ogum

Aie ieu Oxum Oxum

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Sarava Oba Oxá

Sarava Oxumaré

Aie ieu mamãe Oxum

Aie ieu

Ocolofé, Mamãe Ocolofé

Que odara o abebe de Abalô

Que odara o adoxu de Iapondá

Aie ieu mamãe

Aie ieu mamae

Kitolomim tasse ifé yaba

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Mamãe Oxum chegou

Na gira dos orixás - bis

Que traz das águas do rio

Sua mensagem de paz -bis

Mamãe Oxum valei-me

Mamãe Oxum

Olhai por seus filhos da gira

Na fé do meu Pai Oxalá - bis

Oi gira gira gira

Oi gira e torna a girar

Pra chamar povo de pemba

Da gira dos orixás

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Já chegou já chegou

já chegou no meu congá - bis

Já chegou mamãe Oxum

Rainha dos Orixás - bis

Mamãe Oxum é um grande orixá - bis

Rainha da cachoeira e

Da coroa de Oxalá

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

No alto da cachoeira

Eu vi um congá firmado

Tinha um banquinho de ouro

Aonde Oxum tava de lado

Aie ie o mamãe

Aie ie o mamãe

Olha ê ê Minha mãe Oxum

É na cachoeira

É dona dos rios Minha mãe Oxum

É na cachoeira

É das águas correntes

minha mãe Oxum

É na cachoeira

É na cachoeira que eu vou lhe encontrar

Minha mãe Oxum

É na cachoeira

Seus colares dourados

É na cachoeira

E uma rosa de ouro eu vou lhe entregar

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Quem manda na cachoeira é Oxum

Quem tem tantos filhos pode ter mais  um - bis

Firma ponto filho de fé

Bate a cabeça no congá

Sarava Mamãe Oxum

E o nosso Orixalá

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Se minha mãe é Oxum

Na Umbanda e no Candomblé

Aie ieu aie ieu aie ieu

Aieieu minha mãe Oxumaré – bis

Ela vem beirando o rio

Colhendo lírios pra nos ofertar

Aie ieu aie ieu mamãe Oxum

Orixá desce e venha nos abençoar

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Alabê toque o Adarrum

Vou curimbar pra Mamãe Oxum

Olha eu olha eu mamãe Oxum

Olha eu lha eu Oxumare

Olha eu Mamãe Oxum

Olha eu olha eu Oxumaré

Mamãe Oxum rainha da cachoeira

Deusa suprema da pedreira

As suas águas  cruzam

as águas do mar

E no sussurro do vento é que vem

o seu cantar

Refrão...

Vou levar presente

pra mãe santa do Oriente

Pra que ela tão formosa

Vem me enfeitar o luar

E com seu olhar

iluminar meu caminhar

 

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

 

Lá na cachoeira eu vi eu vi

Banhando a cabeleira eu vi eu vi

Mamãe Oxum abençoando seus filhos

Lá na cachoeira - bis

Motumbá Oxum

Meu camutuê

Sarava Oxum e o seu ilê

 

 

Subida

 

E a Oxum já vai embora

Que Xangô mandou buscar

Dei dei ela vai beirando o mar

 

 

 

 

» Publicidade

 

 

 

» Redes Sociais

 

 

» Campanhas

 

 

 

 

 

 

Home  |   Apostilas   |   Nossa Loja Virtual   |   Contato

Site desenvolvido por: Genuína Umbanda - Todos os direitos reservados

 

Copyright © 2007-