Free Translation Widget

Home

Loja Virtual

Apostilas

Cadastre-se

Contato

 

::: MENU :::

 » A Umbanda

 » Os Orixás

 » Entidades e Falanges

 » Linha do Oriente

 » Sincretismo

 » Exú e Pomba-Gira

 » Zé Pelintra

 » As Ervas na Umbanda

 » Defumador

 » Fumo e Bebidas

 » Mediunidade

 » A Glândula Pineal

 » Os Chacras

 » Mensagens

 » Artigos

 » Orações e Preces

 » Rezas e Benzeduras

 » Temas Variados

 » Pontos Cantados

 » Letras de Pontos

 » Pontos Riscados
 » Datas Comemorativas
 »  Apostilas
 » Campanhas
 » Cadastre-se

::: AVISO :::

::: CONFIRA :::

 

::: IMPORTANTE :::

 

 

::: PARCERIAS :::

::: Visitas desde 15/10/2007 :::

 free counters

 


24 DE JUNHO - SÃO JOÃO BATISTA - KAO KABECILE

 

 

 

 

São João Batista é uma das representações do Orixá Xangô, no sincretismo religioso, é o orixá protetor dos que sofrem injustiças e responsável pelas Falanges do Oriente.

               

É considerado o orixá da Justiça, Rei das Pedreiras, dos Raios e Trovões e das Forças da Natureza. Xangô é o Orixá da Justiça e seu campo preferencial de atuação é a razão, despertando nos seres o senso de equilíbrio e eqüidade, já que só conscientizando e despertando para os reais valores da vida a evolução se processa num fluir contínuo.

 

Suas decisões são sempre consideradas sábias, ponderadas, hábeis e corretas.

 

INCORPORAÇÃO


Na incorporação de Xangô podemos ver o médium curvado, como uma pessoa idosa e com os braços cruzados sobre o peito, batendo firmemente, assim como São Jerônimo fazia com as pedras em seu peito para afastar os males da carne e a tentação do espírito.

 

CARACTERÍSTICAS:

 

Cor: Marrom (branco e vermelho)

Fio de Contas: Marrom leitosa, ou marrom com branco leitoso

Ervas: Erva de São João, Erva de Santa Maria, Beti Cheiroso, Negamina, Elevante, Cordão de Frade, Jarrinha, Erva de Bicho, Erva Tostão, Caruru, Pára-raio, Umbaúba.

Símbolo: Machado

Pontos da Natureza: Pedreira

Flores: Cravos Vermelhos e brancos

Essências: Cravo (flor)

Pedras: Meteorito, pirita, jaspe.

Metal: Estanho

Saúde: fígado e vesícula

Planeta: Júpiter

Dia da Semana: Quarta-Feira

Elemento: Fogo

Chacra: Cardíaco

Saudação: Kaô Cabecile (Opanixé ô Kaô)

Bebida: Cerveja Preta

Animais: Tartaruga, Carneiro

Comidas: Agebô, Amalá.

Número: 12

Data Comemorativa: 24 de junho e 30 de Setembro

Sincretismo: São José, Santo Antônio, São Pedro, Moisés, São João Batista, São Gerônimo.

 

 

LENDAS DE XANGÔ

 

A Justiça de Xangô

 

Certa vez, viu-se Xangô acompanhado de seus exércitos frente a frente com um inimigo que tinha ordens de seus superiores de não fazer prisioneiros. As ordens eram para aniquilar o exército de Xangô, e assim foi feito. Aqueles que caiam prisioneiros eram barbaramente aniquilados, destroçados, mutilados e seus pedaços jogados ao pé da montanha onde Xangô estava.

 

Isso provocou a ira de Xangô que, num movimento rápido, bate com o seu machado na pedra provocando faíscas que mais pareciam raios. E quanto mais batia mais os raios ganhavam forças e mais inimigos com eles abatia.

 

Tantos foram os raios que todos os inimigos foram vencidos. Pela força do seu machado, mais uma vez Xangô saíra vencedor. Aos prisioneiros, os ministros de Xangô pediam o mesmo tratamento dado aos seus guerreiros, mutilação, atrocidades, destruição total. Com isso não concordou Xangô.

 

- Não! O meu ódio não pode ultrapassar os limites da justiça, eram guerreiros


cumprindo ordens, seus líderes é quem devem pagar! E, levantando novamente seu machado em direção ao céu, gerou uma série de raios,
dirigindo-os todos, contra os líderes, destruindo-os completamente e em seguida libertou a todos os prisioneiros que fascinados pela maneira de agir de Xangô, passaram a segui-lo e fazer parte de seus exércitos.

 

 

ORAÇÃO PARA XANGÔ

 

Poderoso Orixá de Umbanda, Pai, companheiro e guia. Senhor do equilíbrio e da justiça.

Auxiliar da Lei do Carma, Só tu, tens o direito de acompanhar pela eternidade,

Todas as causas, todas as defesas, acusações e eleições,

promanadas das ações desordenadas,

ou dos atos impuros e benfazejos que praticamos.

Senhor de todos os maciços e cordilheiras,

Símbolo e sede da tua atuação planetária no físico e astral.

Soberano Senhor do Equilíbrio, da equidade,

Velai pela inteireza do nosso caráter.

Ajude-nos com sua prudência.

Defenda-nos das nossas perversões,

Ingratidões, antipatias, falsidades,

Incontenção da palavra e julgamento indevido dos atos

Dos nossos irmãos em humanidade.

Só Tu és o grande Julgador.

Kaô Cabecilê Xangô.

 

ORAÇÃO A XANGÔ

 

Bondoso São Jerônimo, o vosso nome Xangô, nos terreiros de Umbanda, desperta as mais puras vibrações. Protegei-nos, Xangô, contra os fluidos grosseiros dos espíritos malfazejos, amparai-nos nos momentos de aflição, afastai de nossa pessoa todos os males que forem provocados pelos trabalhos de magia negra. Rogamo-vos, também, São Jerônimo, usar de nossa influência caridosa junto às mentes daqueles que por ambição, ignorância ou maldade, praticam o mal contra os seus irmãos empregando as forças elementais e astrais inferiores. Iluminai a mente desses irmãos, Afastando-os do erro e conduzindo-os à prática do bem.

 

Assim Seja!

 

Kaô Cabecilê

 

PRECE A XANGÔ

 

Pai justiceiro e dos incautos. Protetor da fé e da harmonia. Kaô Cabecile do Trovão. Kaô Cabecile da Justiça. Kaô Cabecile, meu Pai Xangô. Morador no alto da pedreira. Dono de nossos destinos. Livrai-nos de todos os males. De todos os inimigos visíveis e invisíveis. Hoje e sempre, Kaô meu Pai.

 


 

 

» Publicidade

 

 

 

» Redes Sociais

 

 

» Campanhas

 

 

 

 

 

Home  |   Apostilas   |   Nossa Loja Virtual   |   Contato

Site desenvolvido por: Genuína Umbanda - Todos os direitos reservados

 

Copyright © 2007-